sexta-feira, 4 de março de 2016

A comunidade japonesa é conclusiva em favor de Santos=Dumont x os irmãos Wright, na disputa ‘quem deu asas à humanidade’


Luiz Pagano representante do INSTITUTO ALBERTO SANTOS=DUMONT em Tóquio no Japão com o propósito de entregar o MERITO HOMEM VOA a Masako Hori do departamento editorial e brand communication da AGORA Magazine e Yasuyuki Ukita, escritor e Jornalista, grande conhecedor de Santos=Dumont, Ukita é descendente de Kokichi Ukita (浮田幸吉  1757 - 1847) grande pioneiro da aviação japonesa

No ultimo dia 29 de abril, Luiz Pagano viajou para o Japão, representando o Instituto Alberto Santos=Dumont, em nome de Ricardo Magalhães para a entrega do ‘Mérito Homem Voa’ à equipe da revista Agora, pela excelente matéria mencionada nesse artigo.

Os diplomas foram entregues a Masako Hori do departamento editorial e brand communication da AGORA Magazine e Yasuyuki Ukita, escritor e Jornalista, grande conhecedor de Santos=Dumont e dos pioneiros da navegação aérea, ele mesmo descendente de Kokichi Ukita (浮田幸吉 de 1757 - 1847) grande pioneiro da aviação japonesa, que praticava vôo com asas concebidas e construídas por ele mesmo.

O ‘Merito Homem Voa’, foi instituído pelo Instituto Alberto Santos=Dumont, instituído pelo seu VP, Ricardo Magalhães e tem o propósito de reconhecer as pessoas que se dispõem a se envolverem em atividades que celebrem a memória de Santos=Dumont, bem como a seus ideais.

Para compreender tal homenagem, precisamos voltar no tempo, quando Santos=Dumont ainda era um garoto. Seus amigos sentavam-se em uma mesa e saiam perguntando, em voz alta: “Pombo voa?” “Galinha voa?” “Urubu voa?” “Abelha voa?” E assim sucessivamente.

A cada chamada todos deviam levantar o dedo e responder. Acontecia porém que, de quando em quando, gritavam: “Cachorro voa?”, “Raposa voa?” ou algum disparate semelhante, a fim de surpreender os coleguinhas e alguém respondia errado. Uma vez que o desatento levantasse o dedo, tinha de pagar uma prenda.

Quando Santos=Dumont ouvia a pergunta  “Homem voa?” Muitos anos antes de seus feitos, ele respondia “Voa!”, com entonação de certeza absoluta, e se recusava obstinadamente a pagar a prenda.

Foi por conta dessa brincadeira ingênua, paradoxal e de grande cunho profético de Santos=Dumont que o instituto Santos=Dumont criou o mérito HOMEM VOA, pois Santos=Dumont era de fato um ser ALADO, que sonhava com o voo individual, tal como fez o personagem mitológico Ícaro. Muito certamente, Santos=Dumont resolveu o problema do voo humano abordando todas as formas conhecidas pela ciência, desde o mais-leve-que-o-ar por meio de balões e dirigíveis, e em seguida o mais-pesado-que-o-ar, com biplanos e monoplanos, chegou até mesmo a idealizar o voo ornitóptero, engenho esse que mesmo após cem anos, não temos a ousadia de empreender.

Muitos dizem que Santos=Dumont fez mais do que entregar o lindo sonho do voo à humanidade, a julgar pelo elegante desenho de seus inventos, ele se metia dentro da solução simples e elegante, proporcionada pelo cesto de vime e se vestia seus inventos voadores – pode-se dizer sem receios que Santos=Dumont inventava ‘trajes de voar’.

A criatividade e a mente inovadora, que permite homens alem de seu tempo, a ignorarem a gravidade e alçarem voo, real ou metafórico, para além dos limites impostos das pseudo-barreiras, é um dom, e por isso o INSTITUTO ALBERTO SANTOS=DUMONT reconhece e premia o HOMEM QUE VOA.

O que a comunidade Japonesa pensa sobre Santos=Dumont


A comunidade japonesa é conclusiva em favor de Santos=Dumont x os irmãos Wright, na disputa ‘quem deu asas à humanidade’
No ultimo dia 11 de fevereiro, o chamado experimento LIGO provou que as ondas gravitacionais existem e abriu uma nova era dos estudos da astrofísica, certo?

- Errado, dois irmãos de Dayton, no Estado de Ohio nos Estados Unidos, tornaram-se os primeiros a provar a existência de tais ondas, três anos atrás.


- Mas eles têm testemunhas?

- Sim, algumas pessoas que estavam perto viram o feito.

Hoje uma afirmação como estas seria considerada ridícula, sem propósito e com falta total de critérios - um absurdo, mas foi exatamente o que aconteceu com Santos-Dumont.

Na manhã de 12 de novembro de 1906 o mundo estava em êxtase, pela primeira vez, o homem havia sido capaz de alcançar o sonho máximo, voou com uma máquina auto-propelida, mais pesada do que o ar, na presença da comunidade científica, de jornalistas de vários países do mundo e outras muitas centenas de pessoas.

Alguns dias mais tarde, a mídia americana levianamente desmentiu, dizendo que os irmãos de Dayton, OH já tinham voado três anos antes que o Sr. Dumont, na presença de 4 ou 5 passantes.

Santos-Dumont dedicou grande parte de sua vida para o vôo, estudou minuciosamente os pássaros e as dinâmicas de vôo, voou em muitas cestas de balões, dirigíveis projetados por ele em 15 anos de pesquisa, criou 14 invenções precursoras até que pudesse efetivamente voar naquele dia.

Mas para o bem da história, a comunidade japonesa é muito cuidadosa e dedicado a afirmações criteriosas e é do Japão que vem o resgate da verdade.

Na sua última edição, a revista AGORA, dirigida para os altos executivos distribuídas aos passageiros da JAL por meio de uma taxa anual particularmente elevada, traz um extenso artigo que descreve a surpreendente verdade sobre a vida de Santos=Dumont, e sobre as distorções históricas que levaram os irmãos Wright para a glória indevida, e por terem jogado Santos=Dumont ao esquecimento.

Mas agora, as coisas começam a mudar, o artigo não deixa dúvidas:

"... o que de fato tornou Santos=Dumont ainda mais conhecido no mundo, foram suas apresentações no ano de 1906 no Bois de Boulogne, com um esquisito aeroplano motorizado em forma de pipa, com o nome de (Bis). Ele voou 60 metros. (o vôo de Santos=Dumont foi feito na frente de milhares de testemunhas, inclusive cientistas e repórteres jornalísticos; já o vôo de 1903, dos irmãos Whright foi presenciado por apenas cinco pessoas do povo).

Santos=Dumont Club - historia do homem que deu asas a humanidade - Santos=Dumont

Com isso, Santos=Dumont passa a ser muito querido por ser o primeiro homem a realizar o maior sonho da humanidade,

‘Não, Quem primeiro voou pelos céus com uma precária maquina foram os irmãos Wright, quanto a isso ninguém teria o bom senso de questionar’ – É esse suposto “fato histórico”, que erroneamente permanece na cabeça das pessoas do século XXI ao redor do mundo. Más o “bom senso” confirma que o primeiro a ter vencido os céus, foi o brasileiro radicado em Paris, Alberto Santos=Dumont.

Se a 100 anos atrás, ou mais, você perguntasse em qualquer lugar do mundo, até mesmo nas esquinas de Ginza em Toquio “Você sabe quem é Santos=Dumont?”, as pessoas provavelmente responderiam que sim. Hoje talvez, algumas pessoas possam se lembrar dele por lembrarem-se da famosa série ‘Cartier Santos watch’ (de fato, o relógio foi originalmente concebido para permitir que Santos=Dumont manobrasse seu dirigível, e presenteado por seu estimado amigo, Louis Cartier).

Fica-se com uma má sensação de que Santos=Dumont é mais uma das crianças que ficaram para trás, na escuridão da história.

Mais revistas japonesas sobre Santos=Dumont

Abaixo o artigo original, em japonês

彼の名をさらに世界に知ら しめたのは〇六年一〇月二二日、 ブーローニュの森で箱型凧のよう な奇妙な形の動力付飛行機『 bis』でやってのけた約六〇メ ートルの飛行だった。

この時、世界はまだライト兄弟のライト・フライヤー号による〇三年の飛行成 功を知らない(サントス デュモ ンの飛行が科学者や新聞記者を含 む何千人という証人の前で成され た一方、ライト兄弟のそれを見た のはわずか五人の一般人だった)。

 為に、サントス デュモンは人類 の夢を叶えた男として大いにもて はやされ、時代の寵児となる。

行機で空を飛んだのはア メリカのライト兄弟である──こ れは誰も異論を差し挟むことのな い常識だろう。けれども、二〇世 紀初頭のある時期、世界の大方の 人々が信じていたのは別の「歴史 的事実」だった。当時の「常識」に よれば、最初に空を制したのはパ リに住むブラジル人、アルベルト・ サントス デュモンである。

  その頃から一〇〇余年を経た今 日、例えば東京・銀座の街角で一 〇〇〇人に「サントス デュモン を知っていますか?」と訊いて、 いったい何人がイエスと答えるだ ろう? もしかしたら、数人の時 計好きがカルティエのサントス・ ウォッチのことを思い出すかもし れない(その腕時計は、元々ルイ・ カルティエが畏友サントス デュ モンのために、飛行船操縦の時に 便利なようにと考案したものだっ た)。
こと ほ ど さ よ う に サ ン ト スデュモンの名は歴史の暗がりの 中に置き去りにされてしまった感 がある。

Os japoneses sempre deram o devido valor à história e as realizações de Santos-Dumont. Em 1976 existia um clube dedicado exclusivamente ao pioneiro da aviação sua memória nobre.

Santos=Dumont Club - Japan 1976

Dirigido pelo mestre Morita, esse clube era conhecido por fomentar o intercâmbio de informações entre a Fundação Santos-Dumont, na figura de seu então vice-presidente, Fernando E. Lee.

Em 2004, ao pesquisarem a real história da descoberta do vôo humano, duas revistas publicaram matérias sobre a vida de Santos=Dumont, a Seven Seas, revista dedicada aos consumidores de luxo e membros do Clube Seven Seas, que traz 45 paginas, com maravilhosas fotos, mostrando lugares freqüentados por Santos=Dumont no Brasil e no mundo e uma edição especial do 世界の腕時計. (Mundo dos relógios), ambas tratam de como Santos=Dumont, um gênio criativo, homem elegante que faz pesquisas criteriosas chega a invenção do mais pesado-que-o-ar num processo inventivo criterioso, mas que cai no esquecimento do publico dos dias de hoje, a seguir transcrevo o texto da Mundo dos relógios.

"... Aos 22 outubro de 1906, uma máquina de vôo de forma bizarra, como parecida com uma pipa-caixa decolou nos jardins do Bois de Boulogne, em Paris, e voou 60m.

Foi um enorme sucesso na Europa, quando o primeiro vôo motorizado ocorreu. Projetada e manobrada por Santos-Dumont, a máquina voadora de bambu tinha uma envergadura de 12m, 10m de comprimento total, e era coberto com seda japonesa, uma aeronave estilo ‘canard’ chamada 14-bis (bis significa "de novo", porque foi a 14º tentativa de construir uma máquina voadora, totalmente projetada e testada por ele).

Três semanas depois, ele voou 100m com a mesma aeronave, e ganhou o prêmio Archdeacon, a ser dado para "o primeiro que pilotar uma aeronave mais pesada que o ar, por mais de 100m".

Mas então, os irmãos Wright chegaram anunciando que eles já tinham voado, no dia 17 de dezembro de 1903 nos Estados Unidos, num vôo bem sucedido de 12 segundos com o leve 'Flyer1', na presença de observadores. E assim, Santos-Dumont perdia a honra de ser o primeiro do mundo a voar).
Equipe de Masako Hori e o Professor Ricardo Magalhães, fazendo suas pesquisas no museu S=D, em Petrópolis 

Santos-Dumont emigrou para Paris em 1891, ele era um homem de pequena estatura, que vestia-se de forma muito elegante e que dividia seu tempo em corridas de automóveis e jantares em restaurantes de primeira classe, ele sempre demonstrou grande interesse em voar pelos céus. No ano de 1898, ele flutuou no espaço vazio, com o seu primeiro, pequeno balão, desenhado por ele. Após esta primeira invenção, ele concebeu mais 14 máquinas voadoras, 10 delas foram dirigíveis, com o dirigível nº 6, ele foi o primeiro homem a manobrar um dirigível, em uma rota pré-determinada em torno da Torre Eiffel, em tempo limitado e com isso, ganhou o Prêmio Deutsch. Depois disso, ele criou mais 4 aviões, até alcançar o sucesso em voar com o 14-Bis. Em 1907 ele atinge seu auge com a invenção do seu último avião, com um comprimento total de 8m, o "Demoiselle", foi elegante e delicada."

世界 の 腕時計. (O mundo dos religious) sobre a série Cartier Santos Watches 

1906 10 月 22 日、 パリ · ブローニュ の 森で箱凧のような 奇怪 な 形の飛行機械が飛び立ち 、 60mを飛行した 。

ヨーロッパ 初の動力飛行の成功だった。 操縦するの は設計者でもあるサ・ントス - デュモン 、 飛行機械は竹と日本製 シルクで作られた 翼幅 12m 、 全長 10 m 、 先尾翼機14- ビス ( ビスとは "再び の 意で, 彼 は テスト機 14号篠を設計 し ていた)。 それから 3 週間後 、 彼 は 同じ機体で100 m を飛行 し 、「初めて重航空機で100m を飛行した者」 に与え られた アルクデアコン賞 を受賞した。 しかし 1903 年12月17日に アメ リカで ライト兄弟が ライトフライヤ 1で12秒の 飛行に成功したことが後 に認められ 、 世界初の栄誉 は 逃してしまう。

1891年、パリに移住したサントス-デュモンは 小粋な身なりをした社交界の新参者であった。 自動車 レースに出たり 、 一流レストランで食事を したりと遊んではいたが 、 彼 のいちばんの興味は空を飛ぶこと。 1898 年には自ら設計した 小型気球 「 ブラジル号 」 でパリの 空を漂った。その後、 14- ビスまでに 10機の飛行船を設計したが 、 なかでも6号機は制限時間内にエッフェル 塔を周回し 、 ドゥーチ 賞を 獲得した 。 14-ビス後、 4機の飛行機を設計した、 いずれも失敗に終わってしまう。 そして 1907年 、最後に設計した全長 8m の華奢で優美な姿の 「 ドゥモアゼル 」 が 飛び上がった。

'Mistérios não resolvidos' e 'Reescrevendo a História'

A comunidade japonesa sempre teve grande expressividade na Aviação Brasileira, o Brasil tem a maior comunidade de Japoneses fora do Japão – na foto Ricardo Magalhães, VP do Instituto A. Santos Dumont, Luiz Pagano blogger de Santos=Dumont e o primeiro oficial-general de descendência japonesa e que chegou ao mais alto posto da instituição, o Tenente-Brigadeiro-do-Ar Masao Kawanami – jardim japonês e placa da homenagem da comunidade Nipo-Brasileira no Hospital de Núcleo da Força Aérea em São Paulo.
Por que a opinião pública em todo o mundo decide adotar os irmãos 'e a abandonar Santos-Dumont?

Para responder a esta pergunta, eu convido o leitor a fazer uma investigação mais aprofundada. No entanto, atrevo-me a dizer que o início do século foi uma época de grandes descobertas, a supremacia dos países era avaliada pela forma como eles apresentaram suas invenções em feiras mundiais. Os Estados Unidos da América foram os inventores do marketing e sempre dominaram a propaganda estatal - Por que então um homem pertencente a um país inexpressivo, de uma colônia recentemente libertada de Portugal, teria direito a primazia do vôo?

Publicações mencionadas nessa matéria

Revista Agora – 27 de Fevereiro de 2016 (edição de Março/16)
Publishing House - JAPAN AIRLINES CO. LTD
40-8637 Shinagawa-ku, Tokyo Higashi 2-4-11
Reportágem de 堀 雅子 (Masako Hori)
Escritor-jornalista Yasuyuki Ukieta,
Fotógrafo Taisuke Yoshida

日本 サントス · ドゥモン クラブ -1976
Santos Dumont Club Japan
Dirigida por Mestre Morita, no Japão
Parceiro técnico no Brasil Fernando E. Lee - VP em exercício da Fundação Santos Dumont

Revista 世界の腕時計 (O Mundo dos Relógios) - 20 de agosto de 2004
número 70
Editorial & Corporate Headquarter 3-39-2 Nakano, Nakano-ku, Tokyo 164-8551 Japan
Publisher: KESAHARO IMAI
Editor in Chief TOMOKO KAYAMA

Revista Seven Seas (セブン シーズ) - 7 de Julho de 2004
número 191
Meios de luxo internacional e Club Seven Seas
Publisher: International Luxury Media
Copyright(c) 2002-2016 Fujisan Magazine Service Co., Ltd. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário